O Poder do Marketing na Decisão

O livro O Poder do Marketing na Decisão, transformação de dados em performance, transmite-nos a importância da correcta utilização da informação contabilista e financeira e como utilizar estes dados nas tomadas de decisão. Os sistemas de gestão de dados são soluções desenhados para ajudar as empresas a desenvolver o seu negócio de forma mais produtiva e rentável.

Autor: Bruno Valverde Cota / Carla Rebelo

Editora: Bnomics

Índice:
Capítulo 1 – Introdução
Capítulo 2 – Sistemas de Informação na Gestão Estratégica e Operacional
Capítulo 3 – Marketing e Design de Informação
Capítulo 4 – Influência dos Modelos Mentais e do Processo Cognitivo na Decisão
Capítulo 5 – Sumário e Conclusões

Resumo do Livro:

O aumento da concorrência e da complexidade do ambiente económico, social e político leva a que as empresas tenham a necessidade de obter melhores recursos do que os seus concorrentes.

Um dos grandes problemas da compilação de dados de gestão é o facto de estes, por vezes, nos serem fornecidos de uma forma dispersa, com falta de coerência e até mesmo tardiamente. Pelo que, é mais importante o uso eficiente de uma pequena quantidade de informação do que a preocupação em gerar enormes quantidades de dados.

De forma a optimizar a utilização dos dados provenientes do BI (Business Intelligence), na sua criação há que ter em atenção as características particulares do decisor (personalidade, experiência, etc). Uma solução de gestão de dados tem que ajudar a identificar oportunidades para gerar proveitos, diminuição de custos e melhoria da qualidade do produto/serviço. Inicialmente é necessário identificar quem vai beneficiar com os resultados (administradores, directores, etc.) e que tipo de informação é necessária, isto é, com um desenvolvimento à medida das necessidades da empresa. A parametrização de base de qualquer relatório deve ser procedida da identificação dos principais indicadores ou métricas, com base num entendimento entre os departamentos financeiro e operacional.

Os meios informáticos apoiam o decisor no processamento de dados mas as empresas enfrentam o dilema pois temos acesso a um volume massivo de dados. Desta forma, os sistemas de informação deveram fornecer ao decisor a informação de que necessita para o apoiar no processo de tomada de decisão e ajuda-lo acompanhar as constantes mutações do mercado.

As informações obtidas permitem um aumento da qualidade da decisão porque reduzem a incerteza do gestor no decorrer do processo resolução. Consequentemente, poderemos obter, redução de custos das operações, melhoria de produtividade, melhoria de serviços realizados e fornecidos, etc.

O design e cor devem ser estudados logo no início do processo de forma a organizar a informação de forma clara com o objectivo de facilitar a percepção da mensagem pelo gestor.

Os gráficos dão força aos números e devem fornecer a representação mais clara e significativa no menor espaço possível e devem ser evitadas decorações desnecessárias.

Há outros factores que influenciam a decisão como por exemplo a intuição que permite agir rapidamente e com precisão. A intuição reside na inteligência do inconsciente que se traduz na capacidade de saber. Já as técnicas de heurística são usadas situações complexas ou quando não se tem informação completa sobre os mesmas.

Frases Chave:

“Não basta ter informações sobre o mercado, o meio ambiente ou os concorrentes, sem antes conhecer a própria organização, seus pontos fortes e fracos, suas oportunidades e ameaças.”

“A tomada de decisão nas empresas tornou-se mais exigente e complexa.”

“Para ver a solução é preciso primeiro ver o problema(…)”

“Os benefícios oferecidos pelas decisões acertadas, baseadas em informação valiosa representam o sucesso da empresa.”

“A qualidade da decisão implica, a montante, a qualidade de informação.”

“A informação é a matéria-prima mais importante para a sobrevivência no mercado.”

“O problema do conhecimento é um desafio porque só podemos conhecer, como diria Pascal, as partes, se conhecermos o todo em que se situam.”

“A verdade, cada vez mais evidente é que, quanto mais se sabe sobre os clientes, maior se torna o diferencial competitivo da organização.”

“A necessidade de mudança surge quando o mundo envolvente e a empresa ficam dessincronizados.”

“O conhecimento adquirido pela experiência deixa de ser suficiente, (…)”

“(…) não se vê com os olhos, vê-se com o cérebro.”

________________________________________________________________

Consulte os reviews dos livros anteriormente analisados, **aqui**

Se gostou do artigo, coloque Gosto e Partilhe. Obrigada!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s